(41) 3314-5000

Não perca as próximas atualizações,
assine nossa newsletter

Diferenças entre a concertina flat e a tradicional

A concertina galvanizada flat e tradicional são excelentes investimentos para quem não abre mão de montar um sistema de segurança perimetral robusto e resistente a invasões.

Embora sejam dois produtos altamente eficazes, poucos sabem ao certo o que é uma concertina flat e a tradicional e quando é correto utilizar cada uma delas. Este é o seu caso? Então, veja aqui esses detalhes e acerte ao comprar ouriço em Curitiba!

Concertina tradicional

Trata-se da versão mais conhecida: ela é toda em espiral, fabricada com arames com lâminas extremamente resistentes ao corte e com espaços abertos que variam de 15cm a 20cm.

Um dos motivos da concertina tradicional ser a mais conhecida e utilizada é sua versatilidade, já que pode ser instalada em diversos locais, como em áreas residenciais e empresariais, para segurança patrimonial.

As cercas com concertina tradicional também são excelentes pedidas para condomínios, áreas comerciais, escolas e locais em que há uma necessidade menor de segurança.

Aramax (1)

Concertina flat

Versão semelhante à concertina tradicional, feita com o mesmo tipo de aço e com durabilidade igual. O grande diferencial do ouriço flat está em suas dimensões: o produto é achatado.

Essa característica faz com que uma cerca feita com concertina flat ocupe menos espaço. Sem deixar de lado o fator segurança, é claro, já que o material é cortante, resistente e inibe a ação de criminosos.

Quando usar a concertina tradicional ou flat?

  • A concertina tradicional é perfeita quando não há limitação de espaço para montar a cerca. Isso porque ela ocupa uma área maior por conta de seu formato espiralado clássico.

Por isso, a versão tradicional do produto pode ser utilizada em muros altos de imóveis residenciais, comerciais, empresariais e industriais, protegendo eficientemente esses espaços;

  • A concertina flat é perfeita para montar cercas em espaços pequenos, porque ocupa uma área menor. Muros baixos e estreitos, bem como portões, são ótimos exemplos de aplicação.

Além disso, a concertina flat é aposta certeira para áreas em que há uma preocupação maior com a estética, buscando um cercamento mais discreto.

Diferenças entre a concertina flat e a tradicional
Avalie esse post!

Não perca as próximas atualizações,
assine nossa newsletter